É inviável fugir da música digital

Atualizado: 28 de Jan de 2019

A receita de distribuição de música digital no mundo não para de crescer e ficar fora desta tendência dificulta muito a divulgação de sua arte


A cena é recorrente. A todo momento nos deparamos com alguma pessoa usando seus fones de ouvido, nas mais variadas situações, ouvindo música de alguma plataforma de distribuição de música digital. Também já virou hábito recorrermos a estes recursos para animarmos nossas festas e confraternizações. A música que toca nos carros também não foge deste padrão. Via de regra, nós mudamos nossos hábitos em relação às músicas que ouvimos e as plataformas físicas vão dando lugar aos sites e aplicativos de música digital.


Segundo a Associação Pró-Música Brasil (antiga ABPD, união das maiores gravadoras no país), a receita da distribuição de música digital chegou a 70% do total combinado com mídias físicas no Brasil. De serviços gratuitos a pagamentos personalizados, o serviço de música streaming assumiu a maior fatia de mercado de distribuição de música digital. E a tendência não para de crescer.


Dentro deste novo cenário, todo artista da indústria fonográfica que quer atingir com profundidade seu público precisa necessariamente analisar esta questão, formular como investir neste setor, perceber como funcionam estas diversas plataformas e escolher aquelas que melhor se adequam ao seu perfil artístico. Hoje isso se tornou ponto fundamental dentro da receita do artista, que em muitos casos abandonou de vez o formato físico.


Esteja à altura de seu público. Você precisa ser ouvido!


#locomotivaproducoes #mercadofonografico #musicadigital #

(+55) 12 98281 9249 
Taubaté - São Paulo - Brasil  
CEP 12062-260